Venda de petrolífera da Gulbenkian aos chineses pode render 500 milhões

Trata-se do segundo grande negócio da CEFC em Portugal, depois de em novembro de 2017 terem comprado a companhia de seguros do Montepio.

O Grupo CEFC China Energy poderá vir a ser o novo dono da Partex, a petrolífera da Fundação Calouste Gulbenkian, num negócio que pode ascender a 500 milhões de euros. A notícia foi avançada pelo Expresso, e confirmada pelo Público, sendo que caso o acordo de compra seja fechado se tratará do segundo grande negócio da CEFC em Portugal, depois de em novembro de 2017 terem comprado uma posição maioritária na companhia de seguros Lusitânia, detida pelo Montepio. A compra aguarda ainda a autorização por parte do regulador.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG