Obras adjudicadas 40% abaixo do preço "são concorrência desleal"

Construtores querem alterar cálculo do preço anormalmente baixo. Adjudicações ficam, em média, 21% abaixo do valor base

Uma em cada dez obras públicas em Portugal é adjudicada por valores 40% inferiores ao preço base do concurso, o limiar do que a lei estabelece como preço anormalmente baixo. Uma diferença que leva a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), a reclamar a revisão urgente do Código dos Contratos Públicos, em nome da "transparência e do combate à concorrência desleal".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG