"O aeroporto Sá Carneiro tem pouca operação da TAP e o ideal era não ter nenhuma"

O presidente da Câmara do Porto disse ainda, esta terça-feira, que não é necessária qualquer discussão referente à capacidade aeroportuária a norte. "Deixem o Sá Carneiro sossegado, estamos satisfeitos, não vale a pena mexer", apelou. Já Carlos Moedas sublinhou que "o custo de não ter um aeroporto é dramático para Lisboa".

"O aeroporto Francisco Sá Carneiro tem pouca operação da TAP e o ideal era não ter nenhuma e arranjarmos alternativas", assumiu estar terça-feira, 29, o presidente da Câmara Municipal do Porto. O desabafo de Rui Moreira foi tecido durante a conferência "Novo Aeroporto, Tempo de decidir", organizada pelo Centro Económico e Social (CES) e pelo Público, que decorre na Fundação Oriente, em Lisboa.

Durante a sua intervenção o governante elogiou o crescimento da operação aeroportuária a norte do país e sublinhou que não é necessária qualquer discussão referente à capacidade do Porto.

"Deixem o Sá Carneiro sossegado, estamos satisfeitos, não vale a pena mexer", apelou, justificando que a infraestrutura "funciona bem, tem uma taxa de aceitação por parte do público conveniente e tem pouca operação da TAP, o ideal era não ter nenhuma para não dizerem que o Sá Carneira está subsidiado por via da TAP" e encontrar "alternativas".

Leia mais em Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG