Mota-Engil paga 6 milhões para não ser acusada de fraude qualificada

Construtora chegou a acordo para pagar em duas tranches e ter direito a uma suspensão provisória do processo.

O grupo Mota-Engil terá beneficiado da suspensão provisória de um processo depois de ter pago cerca de seis milhões de euros em impostos em falta, detetados na investigação da Operação Furacão, noticia o "Observador".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG