Mercado de trabalho perdeu folga e há mais pressão para subir salários

Mulheres vão segurar níveis de participação no mercado de trabalho até 2040, e reformas vão acontecer cada vez mais tarde, prevê Banco de Portugal.

Estão a esgotar-se os recursos do mercado de trabalho em Portugal e a pressão para aumentar salários vai ser maior, prevê o Banco de Portugal esta quarta-feira no seu último boletim económico, numa análise ao impacto das alterações demográficas na oferta de trabalho em Portugal.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos