Meo cobrar por fatura em papel é motivo para rescisão. Deco lança ação

Desde 1 de abril que o Meo está a cobrar pelo envio de faturas em papel. Deco considera decisão ilegal e lançou ação para aconselhar consumidores

Deco considera que a decisão do Meo passar a cobrar 1 euro pelo envio de faturas em papel "é discriminatória para os consumidores mais vulneráveis" e uma alteração contratual que tem de ser comunicada com antecedência, dando a possibilidade de rescisão de contrato sem penalizações mesmo em período de fidelização.

Leia mais no DV

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG