Medina. Economia abranda para 4,9%, inflação quadruplica em 2022

No Orçamento chumbado em outubro foi estimada em apenas 0,9%, o que acabou por limitar e muito a atualização dos salários dos funcionários públicos (está a ser 0,9% desde janeiro). Agora diz que vai ser 4%.

A economia portuguesa deve abrandar ligeiramente face à projeção da primeira versão do Orçamento do Estado deste ano (OE2022), que foi chumbada: assim, deve crescer 4,9% este ano, o que em si continua a ser uma marca "histórica", disse o ministro das Finanças, Fernando Medina, na apresentação da nova e segunda proposta de Orçamento de Estado para este ano (OE2022).

Na versão do OE de outubro a previsão de retoma estava nos 5,5%, no Programa de Estabilidade (final do mês passado) baixou para 5%.

Leia mais no Dinheiro Vivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG