Marcha-atrás: Grupo Fiat retira proposta de fusão com Renault

Críticas do Governo francês são apontadas como principal causa para retirada da proposta do grupo automóvel ítalo-americano.

Marcha-atrás: O Grupo Fiat Chrysler (FCA) retirou esta quinta-feira a proposta de fusão com o grupo Renault. A decisão foi comunicada minutos depois de o conselho de administração do grupo automóvel francês ter adiado, pela segunda vez, a votação sobre esta matéria. As críticas do governo francês terão sido o principal motivo para o fim desta operação. Representantes do Estado gaulês terão pedido mais tempo para avaliar a proposta.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos