Líder da Ryanair admite forçar pilotos a mudar férias

Michael O'Leary diz que o descontentamento na empresa está a ser alimentado por sindicatos de pilotos de companhias rivais da Ryanair

O presidente executivo da Ryanair, Michael O"Leary, admitiu esta quinta-feira que pode forçar os pilotos da companhia a mudar os planos de férias para garantir o normal funcionamento dos voos. As declarações foram feitas no início da assembleia-geral da empresa, que está a decorrer em Dublin (Irlanda).

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia