Vinho da Água 2.0. Das profundezas do Alqueva para o mundo

A cabeça de Leal da Costa "não para" de fervilhar com novas ideias. Produtor da Ervideira apresenta o novo vinho da marca

O que é que acontece se pegarmos em garrafas de vinho tinto, branco e espumante, acabadas de rolhar e lacrar, e as colocarmos durante oito meses a 30 metros de profundidade no lago do Alqueva? Isso é precisamente o que Duarte Leal da Costa, produtor da adega alentejana Ervideira, irá descobrir no dia 31 de maio quando provar a segunda edição do Vinho da Água. No total, são cerca de 30 mil as garrafas que a Ervideira submergiu em setembro e outubro e que agora são trazidas para a superfície e vendidas por cerca de 20 euros a unidade.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).