Vinci rasgou concessão à Lojas Francas e TAP teve de vender... à Vinci

TAP encaixou 15,6 milhões com venda de 51% de empresa de vendas em aeroportos e a bordo. LFP lucrou 17,5 milhões de euros nos dois últimos anos.

A TAP encaixou 15,6 milhões de euros com a venda de 51% do capital que detinha na Lojas Francas de Portugal (LFP). O negócio foi fechado em novembro do ano passado e, segundo o Ministério do Planeamento e Infraestruturas, foi precipitado pela própria Vinci, vencedora da privatização da ANA e da madeirense ANAM, gestoras dos aeroportos. A Vinci avançou para a compra da LFP depois de rasgar unilateralmente as licenças de exploração que esta empresa tinha para explorar lojas nos seus aeroportos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.