Tecnologia portuguesa leva inteligência a câmaras de videovigilância

Startup usa inteligência artificial para identificar comportamentos suspeitos garantindo o anonimato das pessoas

A ideia surgiu quando dois empreendedores, Ricardo Santos e Mauro Peixe, se conheceram na faculdade. Começaram a trabalhar em reconhecimento de gestos e evoluíram a tecnologia para criar uma plataforma de reconhecimento de comportamento humano. Depois, identificaram uma lacuna no mercado: queriam produzir sistemas de videovigilância eficazes mas não invasivos da privacidade das pessoas. Foi isso que esteve por detrás da criação da Heptasense, que tem aplicabilidade em áreas como prevenção de roubo e combate ao terrorismo através da análise de comportamentos em multidões.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos