Taxa de emprego em Portugal subiu 0,4 pontos para 66,7%

Emprego na OCDE aumentou para 67,4% no primeiro trimestre do ano

A taxa de emprego na OCDE aumentou para 67,4% no primeiro trimestre, mais duas décimas do que no trimestre anterior, tendo em Portugal subido quatro décimas para 66,7% no mesmo período, foi hoje anunciado.

No seio da OCDE, a taxa de emprego - que mede a percentagem de pessoas em idade de trabalhar que têm emprego - registou acréscimos particularmente significativos nalguns países da zona euro, tendo designadamente subido 1,7 pontos percentuais na Estónia (para 73,8%), 1,4 pontos na Eslovénia (para 68,1%), um ponto na Irlanda (para 66%), seis décimas na Grécia (para 52,7%) e também quatro décimas em Espanha (para 60,4%), anunciou a organização num comunicado.

No comunicado, a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico) indica que fora da Europa, os maiores acréscimos foram registados no Canadá (quatro décimas para 73,3%), no México (quatro décimas para 61,4%), Japão (três décimas para 75%), Turquia (três décimas para 50,9%) e Estados Unidos (três décimas para 69,8%).

Na zona euro, a progressão foi de duas décimas para 65,9%, a mesma registada no Reino Unido (mas para 73,9%) ou na Coreia do Sul (para 66,5%).

Os países com as taxas de atividade mais baixas da OCDE eram no primeiro trimestre deste ano a Turquia com 50,9%, a Grécia com 52,7%, Itália com 57,7% e Espanha com 60,4%.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Dinheiro
Pub
Pub