Sines quer estar na rota do investimento chinês

Seis dezenas de investidores da China e de países lusófonos conheceram as potencialidades da localidade alentejana

Com 48% da capacidade da zona industrial de Sines ainda por ocupar (numa área total de mais de dois mil hectares), o objetivo principal da AICEP Global Parques, que gere a infraestrutura, é atrair a atenção de grandes potências mundiais para aí instalarem as suas atividades nas mais diversas áreas.

A visita ao porto de Sines insere-se no reconhecimento da importância das estruturas portuárias portuguesas e a possível participação de Portugal na iniciativa chinesa "Uma Faixa, Uma Rota" que, tal como ontem explicou Wu Meng, diretor geral delegado do departamento de Cooperação Bilateral da Câmara chinesa para o Comércio Internacional, "é uma das mais importantes do Presidente Xi (Jinping) e proporciona uma boa plataforma de cooperação entre a China e todos os países que quiserem aderir".

Leia a notícia completa em plataformamedia.com.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".