Sem a ajuda do BCE, juros da dívida portuguesa eram o dobro

Bruxelas. Em vez de uma taxa de juro média de 1,4%, como hoje acontece, Portugal poderia estar a pagar 3,4% ou mais pela dívida a dez anos.

A taxa de juro de longo prazo da dívida pública portuguesa seria cerca do dobro dos valores atuais sem o efeito dos programas de compra de ativos (a maioria deles obrigações do tesouro) do Banco Central Europeu (BCE), mostra um estudo publicado pela Comissão Europeia (CE).

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos