Segundo aviso. Depois do BdP, FMI alerta para risco de bolhas imobiliárias

Primeiro o Banco de Portugal, agora o FMI. Há sítios que preocupam. "Por exemplo, Luxemburgo, algumas cidades alemãs e algumas áreas em Portugal".

Em menos de um mês, dois avisos sérios. Há sinais de que se estão a acumular "desequilíbrios" relevantes em "algumas áreas" do mercado imobiliário em Portugal, alertou ontem o Fundo Monetário Internacional (FMI). Há pouco mais de um mês tinha sido o Banco de Portugal (BdP) a dizer que "na segunda metade de 2017 começaram a existir sinais de alguma sobrevalorização dos preços" das casas.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos