Saída do BCP "enfraquece" estrutura da Pharol

BCP vende totalidade da posição que detinha na Pharol, avaliada em 14 milhões de euros

O anúncio foi feito ontem ao início da tarde. A Pharol comunicou ao mercado que o BCP, até agora o terceiro maior acionista da antiga PT, SGPS, vendeu a totalidade do capital que detinha na empresa, que ascendia a 6,17%. Contactadas pelo DN/Dinheiro Vivo, as duas partes rejeitaram esclarecer os detalhes do negócio, nomeadamente o valor da venda e a identidade dos compradores. No entanto, foi possível apurar que a venda foi feita fora de bolsa. Tendo em conta que se trata de uma participação qualificada, as regras do mercado de capitais ditam que o comprador das ações tem quatro dias para comunicar o negócio ao regulador.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos