Ryanair cancela cerca de 2000 voos até final de outubro

Segundo a transportadora, o objetivo é melhorar a pontualidade

A Ryanair vai cortar 40 a 50 voos por dia durante seis semanas, até ao final de outubro, de modo a "melhorar a sua pontualidade", revelou hoje a companhia aérea de baixo custo irlandesa.

Segundo a transportadora, a sua taxa de pontualidade "caiu abaixo de 80% nas duas primeiras semanas de setembro", conforme cita a agência de notícias francesa AFP, o que leva agora a Ryanair a cancelar cerca de 2.000 voos até final de outubro.

A queda da taxa de pontualidade da Ryanair é explicada, sobretudo, pelas greves, pelas condições meteorológicas desfavoráveis e pela obrigação de respeitar as regras de voo de pilotos e tripulações.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.