Revendedores aguardam informação sobre descontos no gasóleo nas fronteiras

"Fomos apanhados de surpresa e estamos ainda a estudar a questão", diz o presidente da Associação Nacional de Revendedores de Combustíveis

A Associação Nacional de Revendedores de Combustíveis (ANAREC) disse hoje à Lusa que aguarda informação oficial sobre a introdução de descontos nos combustíveis em postos de gasolina em zonas froenteiriças, remetendo para quarta-feira uma tomada de posição.

"O Governo não nos disse nada. Nós ainda não dialogamos com ninguém, fomos apanhados de surpresa e estamos ainda a estudar a questão", disse à Lusa António Costa, presidente da ANAREC.

"Decidimos que, neste momento, não há muito a falar. Temos de perceber muito bem tudo isto e remetemos para amanhã [quarta-feira] a nossa tomada de posição" sublinhou o responsável pela associação, acrescentando que vai reunir-se ainda hoje para analisar a decisão do Governo.

Na segunda-feira, o ministro Adjunto, Eduardo Cabrita disse à Lusa que o executivo vai criar descontos para as transportadoras de mercadorias em postos de gasolina em três zonas de fronteira com Espanha e nas antigas SCUT do interior.

No final de uma reunião com duas associações que representam as empresas de transporte de mercadorias (a ANTRAM e a ANTP), Eduardo Cabrita disse que foi analisada a evolução dos preços dos combustíveis, tendo em conta uma primeira atualização do Imposto Sobre os Produtos Petrolíferos (ISP) em maio, adiantando que "se fosse hoje, haveria uma descida", mas que será feita uma avaliação "nas próximas semanas.

Entretanto, a Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP) considerou hoje "uma pequena vitória" a criação de descontos nos combustíveis para os veículos de mercadorias em postos de gasolina em três zonas de fronteira com Espanha e nas antigas SCUT do interior.

"É uma pequena vitória daquilo que os transportadores sempre quiseram", disse hoje à Lusa Márcio Lopes, presidente da Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

robótica

Quando os robôs ajudam a aprender Estudo do Meio e Matemática

Os robôs chegaram aos jardins-de-infância e salas de aula de todo o país. Seja no âmbito do projeto de robótica do Ministério da Educação, da iniciativa das autarquias ou de outros programas, já há dezenas de milhares de crianças a aprender os fundamentos básicos da programação e do pensamento computacional em Portugal.

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...