Primark recolhe chinelos das lojas por excesso de químicos perigosos

Em causa uma substância que pode ser cancerígena. Situação não afeta Portugal. (Notícia atualizada a 18 de julho)

A cadeia de lojas Primark recolheu milhares de chinelos de homem das lojas, no Reino Unido, devido ao facto de estes terem níveis perigosos de um químico cancerígeno.

Em azul, preto e caqui, os produtos estiveram à venda entre 4 de janeiro e 2 de junho, quando foram retirados das lojas. A empresa está a reembolsar os clientes, sem que estes tenham mostrar qualquer comprovativo da compra, diz a BBC.

Os chinelos em questão não "correspondem aos altos padrões da Primark", disse a marca. "Encontrámos níveis de uma substância, num produto, em excesso relativamente ao 1 mg/kg que é requerido", diz ainda a Primark.

"Levamos a segurança dos clientes e a qualidade dos nossos produtos muito a sério", acrescentou ainda um porta-voz da marca, de acordo com a BBC.

A Primark é propriedade da Associated British Foods, que o DN contactou para perceber se os referidos produtos também estiveram à venda em Portugal. Fonte da empresa referiu que "os Flip Flop não foram, nem são, comercializados em Portugal".

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Dinheiro
Pub
Pub