Portugal é o único país que preocupa diretor do fundo de resgate

Klaus Regling justifica preocupação com alterações nas reformas, como o aumento do salário mínimo e da função pública e a redução do horário de trabalho

O diretor-geral do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE), Klaus Regling, afirmou que Portugal é o único país da União Europeia que o preocupa. Regling justificou as preocupações com as reversões de algumas reformas feitas pelo Governo liderado por António Costa.

As declarações foram feitas numa conferência e citadas pela France Press, avança o Expresso, tendo sido divulgadas no Twitter pelo próprio MEE, entidade responsável pelos resgastes aos países que integram a União Europeia.

Numa entrevista ao semanário alemão WirtschaftsWoche, Regling disse que se tem de "prestar a atenção ao que vai acontecer". "A falta de competitividade foi uma razão importante para a crise em Portugal", salientou, segundo a TSF. Entre as alterações que o preocupam, o responsável pelo MEE referiu a subida do salário mínimo e dos salários da função pública, assim como a redução do horário de trabalho para as 35 horas semanais.

Klaus Regling refere ainda da nova intervenção na banca, nomeadamente da recapitalização da Caixa Geral de Depósitos. "Pode haver nos riscos orçamentais se o Governo resolver os problemas no sector bancário com o apoio público", salientou.

Estas declarações surgem dois dias depois de Wolfgang Schäuble, ministro das Finanças alemão, afirmar que Portugal poderá precisar de um segundo resgate se não cumprir as regras europeias.

Exclusivos