Polícia espanhola investiga morte de Pedro Queiroz Pereira num iate em Ibiza

O industrial Pedro Queiroz Pereira terá caído das escadas de um iate em Ibiza e a sua morte está a ser investigada pelas autoridades espanholas.

O industrial Pedro Queiroz Pereira terá caído das escadas de um iate em Ibiza e a sua morte está a ser investigada pelas autoridades espanholas.

O empresário morreu no sábado aos 69 anos e, segundo o Expresso, a causa terá sido um "ataque cardíaco fulminante".

Os media locais contam que agentes fizeram uma inspeção à embarcação e a polícia abriu uma investigação ao caso.

"A polícia nacional abriu uma investigação aos factos, embora tudo aponte para que se tenha tratado de um acidente fatal", refere o Diario de Ibiza.

Queiroz Pereira era o quinto homem mais rico de Portugal, segundo a Forbes, com uma fortuna avaliada em 1,1 mil milhões de euros. Deixa como legado um grupo industrial que inclui a Navigator, ex-Portucel, e a cimenteira Secil.

Elisabete Tavares é jornalista do Dinheiro Vivo

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.