Pensão antecipada sem penalização vai chegar à CGA

Proposta prevê que regime entre em vigor a 1 de outubro. Sindicatos da função pública querem discutir regras em sede própria.

O governo vai estender o novo regime das pensões antecipadas sem penalização aos funcionários públicos que tenham começado a descontar antes dos 15 anos ou contem pelo menos 48 anos de carreira contributiva. Esta mudança ao Estatuto da Aposentação está incluída na proposta do diploma que define as regras da antecipação da idade da reforma, a que o Dinheiro Vivo teve acesso, e que está previsto entrar em vigor a 1 de outubro deste ano.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os aspirantes a populistas

O medo do populismo é tão grande que, hoje em dia, qualquer frase, ato ou omissão rapidamente são associados a este bicho-papão. E é, de facto, um bicho-papão, mas nem tudo ou todos aqueles a quem chamamos de populistas o são de facto. Pelo menos, na verdadeira aceção da palavra. Na semana em que celebramos 45 anos de democracia em Portugal, talvez seja importante separarmos o trigo do joio. E percebermos que há políticos com quem podemos concordar mais ou menos e outros que não passam de reles cópias dos principais populistas mundiais, que, num fenómeno de mimetismo - e de muito oportunismo -, procuram ocupar um espaço que acreditam estar vago entre o eleitorado português.