OGMA vai distribuir milhão e meio de lucros pelos funcionários

Empresa de serviços de manutenção e fabrico de aeronaves teve lucros superiores a dez milhões em 2016. Parte das receitas vai agora ser distribuída pelos funcionários

A OGMA - Indústria Aeronáutica Portugal pretende distribuir parte dos lucros obtidos em 2016, ou seja, cerca de 1,5 milhões de euros, pelos seus funcionários, anunciou o presidente da empresa.

Rodrigo Rosa disse, em entrevista à rádio TSF, que a empresa de serviços de manutenção e fabrico de aeronaves, com maioria de capital detido pela brasileira Embraer, apresentou resultados líquidos superiores a 10 milhões, no ano passado.

O presidente da OGMA garantiu no programa A Vida do Dinheiro que "todos os empregados estão abrangidos" pela iniciativa, que distribuirá uma parte dos lucros, em função das metas que cada um atingiu no ano a que os resultados dizem respeito.

Para este ano, o responsável tem perspetivas positivas e prevê novas contratações, de "cerca de 100 novos trabalhadores", plano para concretizar a visão de crescimento para os próximos anos.

A OGMA desenvolve trabalhos em manutenção, reparação e revisão geral de aeronaves, de motores e componentes de aviação comercial, executiva e de defesa, dedicando-se ainda ao fabrico de estruturas para aeronaves civis e militares.

Desde a privatização, concretizada em 2005, a OGMA é detida em 65% pela Airholding SGPS (100% Embraer) e em 35% pela Empordef (100% Estado português). A empresa conta com 1.734 trabalhadores.

Ler mais

Exclusivos