O homem que quebrou o banco de Inglaterra está a apoiar o anti-Brexit

George Soros protagonizou uma das jogadas mais famosas na história dos mercados. Agora está a financiar entidades que lutam contra o Brexit.

Em 1992 a libra e o Banco de Inglaterra estiveram sob ataque cerrado. George Soros liderou essa ofensiva, fazendo apostas cada vez mais altas na desvalorização da moeda britânica. E forçou as autoridades britânicas a atirar a toalha ao chão, com a desvalorização a levar o Reino Unido a abandonar o mecanismo cambial europeu, que estava em curso para manter a estabilidade monetária no espaço europeu.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos