Novo avião da TAP já está em Lisboa

Modelo é mais barato e eficiente que os restantes aparelhos que compõem a frota

Chegou esta terça-feira a Lisboa o primeiro de 53 novos aviões encomendados pela TAP. O anúncio foi feito por Antonoaldo Neves, o presidente da transportadora aérea, através da sua conta no Instagram.

O avião pertence à classe A320neo e faz parte da gama de médio curso da Airbus. Em comparação com a restante frota da TAP, é mais rápido e eficiente.

Em 2015, por ocasião da privatização da companhia aérea, foi anunciada a renovação da frota. Na altura, o acionista norte-americano da TAP, David Neeleman, falou da compra de 53 novos aparelhos que, por um lado, iriam ser mais confortáveis para os passageiros, e por outro lado, mais eficientes no que toca ao consumo de combustível.

A chegada do aparelho à capital portuguesa:

Os novos aviões visam complementar e renovar a frota atual da TAP, que neste momento é composta por 77 aeronaves, prevendo-se que no futuro as viagens de longo curso sejam feitas por 14 A330-900neo, enquanto as viagens de médio curso deverão resumir-se a 15 A320neo e 24 A321neo.

Em março, através do seu órgão de comunicação interno, a TAP já dava conta da chegada dos novos aviões Neo, tendo a empresa informado que a TAP Manutenção e Engenharia estaria a preparar-se para receber o modelo A330neo da Airbus, previsto para ser entregue no verão.

A companhia prevê a integração na frota ainda este ano "de um A320neo, dois A321neo e um A330neo e de três A320neo, três A321neo, dois A321LR e seis A330neo ao longo de 2019, num total de 18 aeronaves adicionais à encomenda original de 53 novos aviões à Airbus", lê.se em comunicado da empresa.

"A partir de agora e até 2025, a TAP receberá assim 71 novos aviões, mais modernos, confortáveis, na vanguarda tecnológica e mais eficientes em cerca de 15 por cento em termos de consumo de combustível e de redução das emissões de CO2", segundo o mesmo texto.

Por outro lado, em janeiro a TAP tinha concluído a formação de 44 técnicos para os A320neo, estando em curso para este ano novos cursos de formação de técnicos da TAP aplicados ao nível interno, o que eliminaria a necessidade de recorrer a terceiros. Já em fevereiro a Airbus, através das redes sociais, dava conta da saída do primeiro A330neo do hangar de pintura da produtora aeronáutica, com o esquema da companhia aérea e um sticker alusivo ao lançamento.

A transportadora aérea portuguesa mostrara já os novos aviões de longo curso através do YouTube.

Ler mais

Exclusivos