Reformas antecipadas vão chegar a duas mil pessoas

O Governo aprovou esta quinta-feira diploma que estende o acesso às reformas antecipadas para quem começou a trabalhar aos 15 ou 16 anos.

Este diploma prevê a possibilidade de as pessoas que começaram a trabalhar aos 15 ou 16 anos e têm 46 anos de descontos acederem à reforma antecipada sem penalizações.

O universo potencial dos beneficiários abrange no máximo duas mil pessoas. As novas regras entram em vigor a 1 de outubro e abrangem as pessoas que nessa data preencham as condições agora aprovadas.

O diploma agora aprovado aplica-se aos funcionários públicos e estende ainda o novo regime aos ex-subscritores da Caixa Geral de Apresentações.

O impacto da nova fase das reformas antecipadas das muito longas carreiras contributivas depende da do número de requerimentos mas o universo potencial de beneficiários oscila entre os mil e os dois mil. O custo da medida ronda os quatro a cinco milhões de euros segundo avançou a secretária de Estado da Segurança Social.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A Europa, da gasolina lusa ao palhaço ucraniano

Estamos assim, perdidos algures entre as urnas eleitorais e o comando da televisão. As urnas estão mortas e o nosso comando não é nenhum. Mas, ao menos, em advogado de Maserati que conduz sindicalistas podíamos não ver matéria de gente rija como cornos. Matéria perigosa, sim. Em Portugal como mais a leste. Segue o relato longínquo para vermos perto.Ontem, defrontaram-se os dois candidatos a presidir a Ucrânia. Não é assunto irrelevante apesar de vivermos no outro extremo da Europa. Afinal, num canto ainda mais a leste daquele país há uma guerra civil meio instigada pelos russos - e hoje sabemos, como não sabíamos ainda há pouco, que as guerras de anteontem podem voltar.