Mytaxi aceita regras para a Uber e Cabify se houver alterações para os táxis

Aplicação dos motoristas de táxis defende limite de licenças para as empresas de transporte em veículos descaracterizados.

A Mytaxi, aplicação que liga os motoristas de táxi aos clientes, está contra a proposta de regulamentação em Portugal de plataformas em veículos descaracterizados como Uber, Cabify e Taxify. A empresa alega que algumas das regras são "demasiado flexíveis" e que podem provocar uma "enorme disparidade" entre os profissionais. Mas está disposta a aceitar as regras para as plataformas de transportes se o governo promover a modernização do setor do táxi.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.