Moody's não revê rating de Portugal

Agência de notação optou por manter o rating atribuído, no nível "lixo", e não fazer nova avaliação

A agência de notação financeira Moody's manteve na sexta-feira inalterado o rating de Portugal em Ba1 ('lixo'), optando por não fazer uma nova avaliação.

Segundo um comunicado publicado na sexta-feira à noite no site da Moody's, a agência financeira não se pronunciou sobre Portugal, ao contrário do que era esperado, prolongando assim o rating de nível Ba1, que situa a dívida portuguesa num nível especulativo.

A Moody's dá atualmente à República Portuguesa um 'rating' de Ba1 com perspetiva estável, estando agora previstos novos pareceres para os dias 05 de maio e 01 de setembro.

Exclusivos

Premium

Leonídio Paulo Ferreira

Nuclear: quem tem, quem deixou de ter e quem quer

Guerrilha comunista na Grécia, bloqueio soviético de Berlim Ocidental ou Guerra da Coreia são alguns dos acontecimentos possíveis para datar o início da Guerra Fria, que alguns até fazem remontar à partilha da Europa em esferas de influência por Churchill e Estaline ainda o nazismo não tinha sido derrotado. Mas talvez 29 de agosto de 1949, faz agora 70 anos, seja a melhor opção, afinal nesse dia a União Soviética fez explodir a sua primeira bomba atómica e o monopólio da arma pelos Estados Unidos desapareceu. Sim, foi o teste em Semipalatinsk que estabeleceu o tal equilíbrio do terror, primeiro atómico e depois nuclear, que obrigou as duas superpotências a desistirem de uma Guerra Quente.