Ministro adjunto pede escusa no caso da OPA à EDP

Pedro Siza Vieira pediu para não estar envolvido "em matérias relacionadas com o setor elétrico". E António Costa acedeu.

O ministro adjunto, Pedro Siza Vieira, pediu para não participar no processo que envolve a operação pública de aquisição (OPA) sobre a EDP e o primeiro-ministro, António Costa, aceitou.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos