Meo promete não cobrar nem penalizar vitimas dos incêndios

Operadora reage à notícia de que a Meo tinha aplicado uma penalização de 139 euros pelo cancelamento do contrato de uma vítima mortal do incêndio.

A Meo não vai cobrar "nem mensalidades nem penalização" aos herdeiros dos clientes que "faleceram nos incêndios em Pedrógão nem cobrará "assinaturas nem penalização a todos os clientes que viram as suas casas destruídas".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...