Leia aqui a carta de Centeno a Bruxelas

A resposta às dúvidas levantadas pela Comissão Europeia sobre o esboço orçamental português já chegaram a Bruxelas

O aumento de impostos previsto para 2017, na ordem dos 2,9% face a este ano, baseia-se em hipóteses "extremamente conservadoras", diz Mário Centeno, na carta que enviou à Comissão Europeia em resposta a uma série de dúvidas sobre o Orçamento do Estado do próximo ano.

Exclusivos