Juros da dívida de Portugal a cair a dois, cinco e dez anos

Os juros da dívida portuguesa estão a descer a dois, cinco e dez anos face a quarta-feira

Os juros da dívida portuguesa desceram esta quinta-feira a dois, cinco e dez anos face a quarta-feira, alinhados com os de Itália e Espanha.

Cerca das 08:30 em Lisboa, os juros a dez anos estavam a descer para 1,778%, contra 1,795% na quarta-feira e o mínimo desde 16 de março de 2015, de 1,596%, em 30 de março deste ano.

Os juros a cinco anos também estavam a recuar, para 0,606%, contra 0,623% na quarta-feira e depois de terem descido em 29 de março para o mínimo de sempre de 0,251%.

No mesmo sentido, no prazo de dois anos, os juros caíam para -0,164%, contra -0,145% na quarta-feira e o mínimo de sempre, de -0,401%, em 05 de dezembro de 2017.

Os juros da Irlanda recuavam em todos os prazos e os da Grécia desciam a cinco anos e subiam a 10 anos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha cerca das 08:30:

2 anos...5 anos...10 anos

Portugal

17/05......-0,164....0,606......1,778

16/05......-0,145....0,623......1,795

Grécia

17/05.......n.disp...3,392......4,339

16/05.......n.disp...3,396......4,335

Irlanda

17/05......-0,454....0,088......1,049

16/05......-0,461....0,068......1,019

Itália

17/05.......0,025....0,901......2,093

16/05.......0,074....0,933......2,112

Espanha

17/05......-0,320....0,273......1,394

16/05......-0,313....0,286......1,405

Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.