Juros da casa sobem em julho para máximos de quase dois anos

Os valores foram divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

As taxas de juro implícitas nos contratos de crédito à habitação voltaram a aumentar em julho. O valor médio situou-se nos 1,038%, acima dos 1,032% registados em junho. Os juros não estavam tão altos desde novembro de 2016.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos