Inflação na zona euro deverá ter recuado para 1,4% em maio

A taxa de inflação homóloga recuou para os 1,4% em maio, na zona euro, face aos 1,9% de abril, segundo uma estimativa hoje publicada pelo Eurostat.

De acordo com o gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE), o setor da energia foi o que viu os preços aumentarem mais em maio (4,6%, face aos 7,6% de abril), seguindo-se o da alimentação álcool e tabaco (1,5%, estável na comparação com abril), dos serviços (1,3%, que se comparam com os 1,8% de abril) e dos bens industriais não energéticos (0,3%, estável face a abril).

Um novo boletim sobre a inflação em maio, com dados para a UE, será divulgado em 16 de junho.

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.