IGF: apagão foi por falha informática e falta de controlo

Rocha Andrade considera que há questões relevantes que não puderam ser apuradas e diz que AT está a inspecionar as transferências .

Falhas informáticas não atribuíveis a "intervenção humana deliberada" e deficiências de controlo estão na origem do apagão de transferências de cerca de dez mil milhões de euros para paraísos fiscais entre 2011 e 2014. São as principais conclusões da auditoria conduzida pela Inspeção-Geral de Finanças (IGF) à falta no tratamento por parte do fisco daqueles movimentos, para a qual contou com a colaboração de peritos do Instituto Superior Técnico. Rocha Andrade considera que há aspetos que continuam por apurar e seriam relevantes para a descoberta da verdade.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.