Greve da Ryanair na Irlanda com adesão elevada e sem afetar Portugal

Os pilotos irlandeses param 24 horas para exigir melhores condições laborais. Nos dias 25 e 26 de julho, é a vez dos tripulantes de Portugal.

É o primeiro de vários dias de luta que a Ryanair tem de enfrentar este verão. Esta quinta-feira, 12, os pilotos da low-cost com base na Irlanda iniciaram uma greve de 24 horas. Os 100 pilotos, filiados na Associação dos Pilotos da Irish Airlines (IALPA), admitiram aderir à paralisação, com uma taxa de 99%.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.