Governo quer limitar preços máximos na ADSE

O Governo quer impor limites máximos aos preços praticados na ADSE, para os medicamentos, próteses e cirurgias.

O Governo quer intervir de forma mais ativa na gestão da ADSE - sistema de assistência na doença para os funcionários e aposentados do Estado - impondo limites máximos aos preços pagos aos hospitais privados pelos medicamentos, próteses e cirurgias, avança esta sexta-feira o Público.

O Governo propõe duas alterações ao Decreto-lei 7/2007. A primeira reforça o poder dos ministérios que já tutelam esta pasta - ministério da Saúde e das Finanças, adicionando mais uma competência nas suas funções. A segunda alteração prevê a imposição de um limite para as despesas da ADSE.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos