Governo aprova desconto nos preços para carregar veículos elétricos

Um despacho diz que os carregamentos elétricos têm de começar a ser pagos em 2018, mas aplica um desconto nas tarifas de acesso às redes

De 2018 não passa: ainda durante este ano os carregamentos de veículos elétricos têm mesmo de começar a ser pagos pelos consumidores na rede da Mobi.E. A meta foi ditada pelo próprio governo num despacho da secretaria de Estado da Energia a que o Dinheiro Vivo teve acesso. De acordo com o documento, a Mobi.E “deverá garantir em 2018 as condições necessárias para se proceder à abertura do mercado de comercialização de energia para a mobilidade elétrica”.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.