Fisco vai "apertar o cerco" a 758 contribuintes

Autoridade Tributária criou uma equipa que ficará responsável pela monitorização dos que têm mais rendimentos e património.

Os contribuintes com maior capacidade financeira (entenda-se donos de património de valor considerável) vão ser vigiados de perto pelo Fisco. A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) destacou uma equipa de inspetores para monitorizar a atividade financeira daqueles que auferem rendimentos significativamente superiores à média (750 mil euros) ou com uma capacidade patrimonial acima dos cinco milhões de euros.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...