Fim dos cortes devolve 400 euros aos médicos

O fim dos cortes aplicados aos funcionários públicos dão aos médicos entre 400 e 500 euros, de acordo com o Jornal de Negócios

Os sindicatos dos médicos iniciam esta terça-feira uma greve de três dias. Os profissionais de saúde reivindicam uma maior progressão nos salários, a redução de trabalho suplementar e menos horas nas urgências, escreve esta manhã o Jornal Negócios. Apesar disso, os médicos têm beneficiado com a reposição de rendimentos e, nos últimos dois anos, o salário aumentou entre 400 e 500 euros, refere o mesmo jornal sobre os mais recentes cálculos do governo. Este aumento representa um crescimento da remuneração individual entre 15% a 20%.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos