FESAP espera que governo corrija perda de pontos na base da Administração

A estrutura diz que há "sensibilidade" para não eliminar progressão de salários mais baixos. Se pontos forem deitados fora, sai à rua.

Onde a Frente Comum viu uma posição fechada, a FESAP vê "sensibilidade" para chegar a uma solução. A organização sindical esteve reunida esta tarde com a secretária de Estado da Administração Pública, Fátima Fonseca, e do encontro retirou que o governo ainda poderá encontrar uma solução para que os trabalhadores dos três primeiros escalões da função pública que reúnam créditos para subir não os percam por conta da atualização da tabela remuneratória em 2019. Para a Frente Comum, "foi clarinho" o contrário, na reunião mantida minutos antes com o governo.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos

Premium

história

A América foi fundada também por angolanos

Faz hoje, 25 de agosto, exatos 400 anos que desembarcaram na América os primeiros negros. Eram angolanos os primeiros 20 africanos a chegar à América - a Jamestown, colónia inglesa acabada se ser fundada no que viria a ser o estado da Virgínia. O jornal The New York Times tem vindo a publicar uma série de peças jornalísticas, inseridas no Project 1619, dedicadas ao legado da escravatura nos Estados Unidos. Os 20 angolanos de Jamestown vinham num navio negreiro espanhol, a caminho das minas de prata do México; o barco foi apresado por piratas ingleses e levados para a nova Jamestown. O destino dos angolanos acabou por ser igual ao de muitos colonos ingleses: primeiro obrigados a trabalhar como contratados e, ao fim de alguns anos, livres e, por vezes, donos de plantações. Passados sete anos, em 1626, chegaram os primeiros 11 negros a Nova Iorque (então, Nova Amesterdão) - também eram angolanos. O Jornal de Angola publicou ontem um longo dossiê sobre estes acontecimentos que, a partir de uma das maiores tragédias da História moderna, a escravatura, acabaram por juntar o destino de dois países, Angola e Estados Unidos, de dois continentes distantes.