Esta quinta-feira foi o pior dia para a empresa de Mark Zuckerberg

Ações do Facebook caíram 19% logo de manhã. Diretor financeiro já alertou os investidores para a mais do que provável quebra nos lucros

Foi um dia negro para a empresa de Mark Zuckerberg. As ações do Facebook caíram 19% logo na abertura da bolsa esta quinta-feira. A empresa tinha alertado os investidores um dia antes sobre o crescimento que se prevê que vá diminuir nos próximos trimestres. Em causa está a nova estratégia que a empresa foi obrigada a adotar depois do escândalo que envolveu as questões de privacidade dos utilizadores da rede social.

A queda retirou 120 mil milhões de valor de mercado ao Facebook, o que configura uma das maiores perdas de uma empresa pública, de acordo com a CNN.

David Wehner, diretor financeiro da empresa, explicou aos investidores que o Facebook está "a colocar a privacidade em primeiro lugar" depois do escândalo Cambridge Analytica ter colocado a empresa numa situação difícil perante a opinião pública.

No entanto, os cuidados com a privacidade irão reverter-se numa queda nos lucros: o Facebook ganha mais dinheiro com o feed de notícias do que com os outros produtos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Discretamente, sem ninguém ver

Enquanto nos Estados Unidos se discute se o candidato a juiz do Supremo Tribunal de Justiça americano tentou, ou não, há 36 anos abusar, ou mesmo violar, uma colega (quando tinham 17 e 15 anos), para além de tudo o que Kavanauhg pensa, pensou, já disse ou escreveu sobre o que quer que seja, em Portugal ninguém desconfia quem seja, o que pensa ou o que pretende fazer a senhora nomeada procuradora-geral da República, na noite de quinta-feira passada. Enquanto lá se esmiúça, por cá elogia-se (quem elogia) que o primeiro-ministro e o Presidente da República tenham muito discretamente combinado entre si e apanhado toda a gente de surpresa. Aliás, o apanhar toda a gente de surpresa deu, até, direito a que se recordasse como havia aqui genialidade tática. E os jornais que garantiram ter boas fontes a informar que ia ser outra coisa pedem desculpa mas não dizem se enganaram ou foram enganados. A diferença entre lá e cá é monumental.