EMEL. Quase 3000 novos lugares a 50 cêntimos por dia

A EMEL quer que os automobilistas deixem as suas viaturas à entrada de Lisboa e sigam para o centro de transportes públicos.

A EMEL quer criar parques de estacionamento dissuasores à entrada de Lisboa, a um preço de 50 cêntimos por dia. A ideia é fazer com que os automobilistas deixem as suas viaturas fora da cidade e se desloquem no centro apenas de transportes públicos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Crespo

E uma moção de censura à oposição?

Nos últimos três anos, o governo gozou de um privilégio raro em democracia: a ausência quase total de oposição. Primeiro foi Pedro Passos Coelho, que demorou a habituar-se à ideia de que já não era primeiro-ministro e decidiu comportar-se como se fosse um líder no exílio. Foram dois anos em que o principal partido da oposição gritou, esperneou e defendeu o indefensável, mesmo quando já tinha ficado sem discurso. E foi nas urnas que o país mostrou ao PSD quão errada estava a sua estratégia. Só aí é que o partido decidiu mudar de líder e de rumo.