Dívida pública recua para valor mais baixo desde 2012

A dívida pública chegou a dezembro de 2107 num valor mais alto do que um ano antes, mas o seu peso no PIB recuou para níveis de 2012.

O ano de 2017 fechou com o peso do endividamento público no Produto Interno Bruto a situar-se em 126,2%. São menos 4,1 pontos percentuais do que no final de 2016, segundo mostram os dados publicados esta quinta-feira pelo Banco de Portugal.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.