De pés na areia e cabeça no trabalho: aprenda a desligar nas férias

Telefonemas, e-mails e preocupações laborais não devem ser levados para férias. Saúde e vida pessoal podem estar em risco.

A resposta automática do e-mail já se encontra pronta a avisar todos de que está out off the office. As malas estão feitas e pela frente há uma agenda cheia de sol e água do mar. Contudo, na prática, nem sempre é possível o usufruto de umas férias descansadas completamente alienado das preocupações laborais. Chamadas urgentes, e-mails que precisam mesmo de ser respondidos ou uma ajuda "rápida" a um colega em aflição são cenários comuns em dias de descanso.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.