Concursos de obras públicas lançados até abril chegaram aos 809 milhões

O valor foi impulsionado em abril, pelos 12 contratos plurianuais de conservação corrente da rede viária, num valor global de 69 milhões de euros.

Os concursos de obras públicas promovidos entre janeiro e abril deste ano somaram 809 milhões de euros, menos 14% do que em igual período do ano passado, avançou hoje Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

O populismo entre nós

O sucesso eleitoral de movimentos e líderes populistas conservadores um pouco por todo o mundo (EUA, Brasil, Filipinas, Turquia, Itália, França, Alemanha, etc.) suscita apreensão nos países que ainda não foram contagiados pelo vírus. Em Portugal vários grupúsculos e pequenos líderes tentam aproveitar o ar dos tempos, aspirando a tornar-se os Trumps, Bolsonaros ou Salvinis lusitanos. Até prova em contrário, estas imitações de baixa qualidade parecem condenadas ao fracasso. Isso não significa, porém, que o país esteja livre de populismos da mesma espécie. Os riscos, porém, vêm de outras paragens, a mais óbvia das quais já é antiga, mas perdura por boas e más razões - o populismo territorial.