Cofina com acordo para negociar compra da TVI

De acordo com o jornal Expresso, o CEO da Cofina assinou memorando com a Prisa para garantir negociações exclusivas para a compra da TVI.

A notícia é dada pelo Expresso e dá conta que, depois das intenções, a Cofina partiu agora para a formalização das negociações para a compra da TVI à espanhola Prisa.

Paulo Fernandes, o CEO do grupo que detém Correio da Manhã, Record, Sábado e Jornal de Negócios, terá assinado um memorando com a Prisa, já há cerca de três semanas, que lhe garante exclusividade nas negociações, indica o Expresso citando fontes envolvidas no processo. Tudo indica que não há ainda uma proposta formal com valores concretos.

A Cofina terá decidido avançar após a saída de Rosa Cullell da direção executiva da Prisa. Depois de fracassadas negociações com a Altice e do interesse de outros dos potenciais compradores como o empresário Mário Ferreira, a Cofina parece avançar de forma concreta numa altura em que a TVI parece ter desvalorizado até pela rápida descida de audiências face à SIC (com a saída de Cristina Ferreira para o SIC).

Leia mais em Dinheiro Vivo

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.