Champalimaud volta a reforçar no capital dos CTT

Reforço ocorre após a nomeação de um novo presidente executivo para a empresa de correios.

Manuel Champalimaud passou a deter 12,53% do capital dos CTT, depois de ter comprado mais ações da empresa no passado dia 20 de maio, segundo um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.