Centeno mantém prémio de produtividade máximo aos funcionários do fisco

O ministro das Finanças, Mário Centeno, mantém este ano o prémio de produtividade máximo aos funcionários do Fisco, transferindo para o Fundo de Estabilização Tributária 5% das receitas da cobrança coerciva em 2018, revela uma portaria publicada esta terça-feira.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos